Skip to content

Rastreamento de Cargas: como funciona e qual sua importância

As tecnologias de rastreamento são grandes aliadas na gestão de riscos do transporte de cargas.

Os riscos no transporte rodoviário são muitos e garantir que a carga se mantenha íntegra, esteja no lugar combinado e no prazo previsto é um grande desafio no gerenciamento logístico. Diante disso, a comunicação durante todo percurso se tornou indispensável e o uso de tecnologias de rastreamento tem um papel importante nessa tarefa.

Para além de permitir que a operadora ou embarcador saiba sobre sua encomenda durante o trajeto, o rastreamento e monitoramento da carga é fundamental para uma intervenção rápida – isso inclui desde a identificação de um atraso por falha mecânica no veículo, até um sequestro. 

Ainda, quando bem aproveitado, o rastreamento reúne informações valiosas para a gestão de riscos, planejamento e prevenção de sinistros. Entenda tudo sobre esse tema no artigo abaixo. 

A importância do rastreamento de cargas

O modal rodoviário é responsável por 60% do transporte de cargas no Brasil. Com um fluxo intenso de veículos, no entanto, o país carece de uma infraestrutura que ofereça maior segurança para os profissionais que atuam nas estradas.

De acordo com o Painel de Acidentes Rodoviários, elaborado pela CNT (Confederação Nacional do Transporte), que utiliza dados da PRF (Polícia Rodoviária Federal), entre 2010 e 2020, foram registrados mais de 1,4 milhão de acidentes nas rodovias federais no país. Diversos são os fatores que causam esse tipo de ocorrência: falhas humanas, problemas veiculares, deficiências viárias, entre outros. 

Em paralelo, o roubo de cargas é também considerado um dos grandes riscos da atividade. 

“O Brasil é o país com o maior índice de roubo de cargas a nível mundial, sendo que o transporte com caminhão ocupa 71% das ocorrências e a maior parte dos incidentes acontece em trânsito.

Com mais de 14 mil ocorrências durante o ano de 2020, de acordo com a CNT, os prejuízos computados ao setor somam R$ 1,2 bilhão.

Contar com recursos que conferem segurança durante a jornada é a melhor alternativa para reduzir danos. Neste contexto, o rastreamento contribui de forma expressiva para a recuperação da carga. 

Como no caso ocorrido em Ipuã (SP), onde três suspeitos foram presos durante a apreensão de um caminhão roubado com uma carga de soja avaliada em R$ 128 mil.

Segundo a Polícia Militar, os homens foram encontrados em um silo, reservatório destinado à armazenagem de grãos, onde descarregavam o produto, depois que o dono do veículo apontou a localização por meio de um rastreador. 

Como funciona o sistema de rastreamento de cargas?

Na prática, o rastreamento de cargas funciona por meio de tecnologias de geolocalização e emissão de sinais para uma central. Dispositivos de rastreamento podem ser instalados no veículo e/ou na carga (isca de carga), permitindo um acompanhamento em tempo real. 

Entre as tecnologias de rastreio de cargas mais modernas, podemos destacar:

  • GPS: “Global Positioning System”, ou Sistema de Posicionamento Global, que consiste na tecnologia de comunicação via satélite para captação e envio do sinal de rastreamento;
  • GPRS: “General Packet Radio Service”, ou Serviços Gerais de Pacotes por Rádio, utiliza uma tecnologia similar, porém os sinais são transmitidos através de antenas de telefonia móvel;
  • LBS: “Location Based Service”, ou Serviços Baseados em Localização, faz o rastreamento utilizando torres de sinal GSM de operadoras de telemóvel locais;
  • Radiofrequência: o rastreamento usa sinal das torres de rádio para fazer a comunicação.

É importante avaliar de forma estratégica na hora de definir qual a melhor tecnologia para o rastreamento de cargas. Fatores como tipo de carga, rota, horário, jornada e até mesmo as abordagens mais comuns utilizadas pelos criminosos (cada dia mais sofisticadas) devem ser consideradas para investir em uma tecnologia que atenda as necessidades da operação. 

É possível, inclusive, utilizar um sistema híbrido de rastreamento de cargas, que combina diferentes tecnologias e garante um acompanhamento eficiente independente da localização da carga. 

Rastreamento e Monitoramento da carga

Além do rastreamento da carga, é também importante o seu monitoramento. O rastreamento tem o papel de fornecer informações sobre o status da carga. Já o monitoramento tem o objetivo de fazer um acompanhamento em tempo real, auxiliando o motorista diante de qualquer evento ou ameaça que possa atrasar ou interromper a operação. 

As informações obtidas através do rastreamento e monitoramento também são essenciais no plano de gestão de riscos. Com indicadores consistentes é possível entender o comportamento dos sinistros, formular ações preventivas e processos que contribuem com uma melhoria contínua na segurança e produtividade

Benefícios do rastreamento de cargas 

Atuando de forma estratégica no rastreamento e monitoramento da carga, podemos ter muitos benefícios a curto e longo prazo na gestão de riscos no transporte. 

  • Mapeamento de rotas mais seguras
  • Indicadores de sinistralidade
  • Mapeamento de riscos e ameaças
  • Agilidade logística
  • Prevenção de roubos e perdas de carga
  • Manutenção e segurança da frota
  • Resposta rápida em casos de sinistros
  • Apólices de seguro mais assertivas
  • Melhoria na reputação da empresa

Prevenção de perdas no transporte de cargas 

A Zattar Seguros é especialista em prevenção de perdas no transporte de cargas. Confira nosso e-book exclusivo: 20 Dicas práticas para a prevenção de acidentes e roubo de carga.

Ou converse com nossos consultores e descubra como podemos proteger seu negócio! Clique aqui para iniciar o contato via Whatsapp.